Saltar para o corpo principal da página

Pila verde| Recolhimento de lixo orgânico para transformar em adubo já é de oito toneladas por mês

Data: 23/04/2021

Desde o ano passado a Secretaria de Meio Ambiente de Santiago conseguiu encontrar uma solução inovadora para um problema urbano: o lixo orgânico. Em 2020, foi implantada a moeda social Pila Verde, que faz a troca de cinco quilos de lixo orgânico por uma cédula que possui valor de compra equivalente a um real nas feiras do produtor. Por sua vez, o produtor é também beneficiado pois usa do Pila Verde para comprar mais barato algumas mudas de hortaliças e recebe em sua propriedade o composto orgânico produzido a partir da transformação dos resíduos. 

Como resultado, conforme a secretária Andriele Perufo Martins, o Pila Verde já alivia mensalmente em torno de 8 toneladas de lixo orgânico do peso que é recolhido na área urbana, o que gera economia aos cofres públicos no transporte desse lixo. E até o momento, desde o início do projeto, já foram entregues mais de 80 toneladas do adubo que é produzido pela Secretaria de Meio Ambiente aos produtores.

 

Pontos de trocas

A partir desta semana a Associação de Moradores do bairro Alto da Boa Vista passou a ser um novo ponto de troca de lixo por Pila Verde, sendo todas às segundas das 9h às 11h. À tarde, esse trabalho é feito na Gaspar Dutra, das 14h às 16h, na Associação.

Às terças, das 9h às 11h, na Associação do Bairro Vila Rica e também na Feira do Produtor da Vila Nova. Na quarta, das 9h às 11h, na Associação do Lulu Genro. E todas às quintas-feiras, das 9h às 11h na Secretaria de Meio Ambiente.


Arrow_Owl
Gallery big 5e911d5dc6973f7cb9c1234dee793ad3
Secretaria de Meio Ambiente avalia como um sucesso o projeto Pila Verde.